VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

sábado, 1 de abril de 2017

EM CAMOCIM, TRIO ARMADO ASSALTA NATIVOS E TURISTAS PRÓXIMO À ILHA DO AMOR


Durante a manhã sexta-feira, 31, um trio armado abordou vários turistas e nativos e realizaram um verdadeiro arrastão. Segundo informações repassadas ao blog Camocim Polícia 24h por policiais militares que participaram da caçada ao trio, os turistas e nativos trafegavam em comboio pela Trilha da Floresta quando ao passarem pela ponte das Imburanas (próximo à Ilha do Amor) foram surpreendidos por três elementos encapuzados, todos armados com armas de fogo. Os elementos renderam todos, turistas, nativos e bugueiros, e sob a mira das armas as vítimas foram passando todos seus pertences, aparelhos celulares, Iphones, cordões, pulseiras, relógios, dinheiro e na fuga o trio ainda levou duas motos, uma Honda Titan de cor vermelha e uma Honda Bros de cor preta, sendo a Honda Titan vermelha abandonada pelos marginais momentos depois.
Momentos depois, já liberadas, as vítimas atravessaram o rio pela balsa e chegaram à cidade de Camocim. Eles repassaram todas as informações aos policiais militares. Imediatamente após tomar ciência do ocorrido, o Major Dias reuniu o policiamento da Força Tática, FTM e do Destacamento de Granja e os enviou para a ocorrência. A operação policial realizada na região foi comandada pelo Tenente Cleumir.


Com a ajuda de cerca de 15 populares da região que serviram de apoio e guia, o policiamento saturou toda a área desde o meio-dia até às 18h00. Áreas de dunas, mangues, coqueirais e toda costa foi saturada. Eram muitas as informações repassadas pelos populares, mais nenhuma concreta. As localidades de Torta, Vila Nova, Sítio São Mateus, Mariano, Tatajuba, Imburanas até o distrito de Guriú foram saturadas, no entanto, os elementos não foram localizados.

A Polícia Militar acredita que os indivíduos que praticaram o arrastão sejam os mesmos que tomaram de assalto uma moto e outros pertences na Ilha do Amor de um grupo de nativos no dia 23 de fevereiro deste ano. Relembre o caso AQUI.
Vale ressaltar que a caçada aos elementos terá continuidade por todo o sábado, 01.





Participaram da operação:

Força Tática: Tenente Cleumir, Tenente Cavalcante, Sgt Flávio, Sgt Valmir e Sd Gleison Pereira
FTM: Sgt Edirlessandro, Sds Wilker e M Xavier
Dest. de Granja: Subtenente Marcos, Sgt Edmo e Sgt R Luiz

4 comentários:

curso de educação digital disse...

Oh falta faz um cidadao armado pra mandar os tres pro colo do capeta

Anônimo disse...

Isso dai e coisa do roni foragido da cadeia de camocim mas a quadrilha dele pode ter certeza que e

Anônimo disse...

"Ohhh mói de azar! ..Tanto pra turistas,como pra nativos.mais cautelas deverão ser procedidas pra estas pessoas que vêem de fora."

Anônimo disse...

Se o porte de arma fosse liberado pro cidadão de bem esses bandidos pensariam duas vezes antes de assaltar alguém sabendo que poderia ser recebido da mesma forma. Brasil que desarma o cidadão e arma o bandido.