VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

NOVE MEMBROS DA FACÇÃO FAMÍLIA DO NORTE SÃO PRESOS EM ARACATI E CANOA QUEBRADA

Através de informações e denúncias anônimas, os policiais militares do Cotar chegaram até os suspeitos

Nove integrantes da Família do Norte (FDN), a terceira maior facção criminosa do País, segundo a Polícia Federal, foram presos, na tarde desta segunda-feira (30) em Canoa Quebrada e em Aracati. Através de informações e denúncias anônimas, os policiais militares do Comando Tático Rural (Cotar) e do Batalhão de Choque (BPChoque) chegaram até os suspeitos.
Dos 9 presos, 4 estavam em uma casa no bairro Cohab, em Aracati. Samuel Matheus Ferreira Mota, de 20 anos, e sua namorada, Ângela Ferreira da Costa, 47, conhecida como 'Coroa', líder da FDN em Aracati e Canoa Quebrada; Robério Simão de Lima, 40, e Erenildo Vitor da Silva, de 30 anos, também conhecido como 'Bolinha' e suspeito de ter cometido um homicídio no último dia 26, no bairro Baixada em Aracati, que vitimou um homem conhecido como Erlan.

Os outros 5 foram presos em uma casa na Rua Por do Sol, em Canoa Quebrada. Michael Anderson da Câmara Pessoa, 28, conhecido como 'Maikon Bocão'; Maria Victória Rebouças da Silva, 18; Walisson dos Santos Barbosa, 20, o 'Popó', e Alexsandra Viana da Silva de 18 anos. O último preso, José Ednardo Campelo Bessa Filho, de 22 anos, é ainda suspeito de participação no homicídio a um cabo da PM, em um assalto a loja Macavi em 4 de novembro do ano passado, em Limoeiro do Norte. De acordo com o Cotar, Ednardo estaria também saindo da FDN e indo para a facção Guardiões do Estado (GDE). A Polícia diz ainda que ele estava entre os ex-companheiros, pois ainda "tinha contas a acertar com alguém da FDN".
A operação de rotina da 5a Cia do Cotar também apreendeu seis aparelhos celulares, R$ 161 em cédulas e R$ 89,95 em moedas, um revólver calibre 32 com 6 cartuchos intactos, uma faca, um aparelho de som automotivo, um veículo Volkswagen Gol vermelho, embalagem plástica para fazer papelotes de drogas e um total de 130 gramas de crack, maconha e cocaína em papelotes, prontas para comercialização. Os suspeitos vão responder por tráfico de drogas, associação para o tráfico e porte ilegal de arma.

Fonte: DN

Nenhum comentário: