VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

EM CAMOCIM, POLÍCIA MILITAR PRENDE EX-DETENTO APÓS CRAVAR "AGULHÃO DE VELA" NO PESCOÇO DO DESAFETO

Fábio Damião, acusado
Policiais militares da Força Tática prenderam um ex-detento durante o final da tarde de quarta-feira, 11, sob a acusação de lesionar gravemente um desafeto na altura do pescoço.
Os policiais saturavam pela cidade quando foram acionados para uma ocorrência na Rua Antonio Lima, bairro Coqueiros, em que uma pessoa havia sido lesionada com uma perfuração na altura do pescoço durante uma briga.
A equipe policial agiu com rapidez e logo chegou ao local onde ainda estavam os envolvidos. A vítima Francisco dos Santos da Silva, de 27 anos, repassou aos policiais que por motivo fútil o acusado Fábio Damião dos Santos, 33 anos, começou uma briga e lhe lesionou com uma arma conhecida como “agulhão de vela”. O acusado ainda estava no local e recebeu voz de prisão dos pm’s. Para a polícia ele disse que foi intervir na briga de um irmão e confessa ter lesionado a vítima com um pedaço de cerâmica, não com um agulhão de vela como disse seu inimigo.
A vítima foi socorrida pelos próprios policiais ao HDMA onde foi atendido e permaneceu internado. O médico plantonista classificou a lesão como de natureza grave, pois por questão de milímetros a veia jugular não foi atingida. 
Já o acusado foi conduzido para a DPC onde o delegado de plantão o autuou em flagrante com base ao artigo 129, § 1º , inciso II do CPB (lesão Corporal Grave), e já se encontra recolhido à cadeia pública de Camocim. Vale ressaltar que o acusado já é um ex-detento e já cumpriu pena nas cadeias de Camocim, Granja e Sobral.

Efetuaram a prisão: Sgt Flávio, Sds Ribeiro e Diego Sousa
Camocim Polícia 24h

12 comentários:

Anônimo disse...

tem que ser colocado e fogo nesse peste ja provou que e um vagabundo sem prestigio algum.

Anônimo disse...

O acusado Também foi atingido pela "vítima" com uma enxada na cabeça e agiu para se defender, já que a vítima ia pegar uma foice. Lembrando que segundo informações da família, o irmão do acusado, que é um trabador foi ameaçado pela "vítima" de tomar uns "pipocos" antes da briga. O acusado agiu de forma errada e vai responder, assim como também já pagou por outros erros, atualmente ele trabalha como pescador (chegou a pouco do mar) e estava aproveitando o período em terra e fazendo bicos de pedreiro. É fácil falar em tocar fogo nos outros, quando não conhecemos ou não ouvimos os outros lados. Seria bom ir saber um pouco da história da "vítima" que provavelmente hoje mesmo estará em sua casa, enquanto o acusado não pode nem receber uma coberta e camisa enviados pela família, está lá sem camisa. Justiça será feita, ele errou e vai ser julgado, mas que seja dentro da lei. #minhaopinião

Anônimo disse...

Quem és tu para julgar ? Sera q se fosse um parente seu a sua opiniao seria a mesma ? E ele agiu em legitima defesa.

Anônimo disse...

Eu conheço os dois desde de criança e são ótima pessoas.

Anônimo disse...

Eu conheço os dois desde de criança e são ótima pessoas.

Anônimo disse...

Sao gente boa parar de suas laia

Anônimo disse...

Concordo plenamente,é mto facil julgar,qndo é preciso ouvir os dois lado.

Anônimo disse...

Ele rouba os pertence da vítima e quando a vítima vai a procura dos pertence ele ainda tentar matar a vítima e isso é dizer que eles são gente boa são os bandos de ladrões isso sim
Merece está na cadeia

Anônimo disse...

Isso é corvadia dois contra um homem que é homem vai a briga ele só não levando seu irmão pra pode sigura a vítima pra pode furar

Anônimo disse...

Isso é corvadia dois contra um homem que é homem vai a briga ele só não levando seu irmão pra pode sigura a vítima pra pode furar

Anônimo disse...

Antes de falarem merda saibam das vias de fato bando de desinformados eu presenciei o ocorrido e o cara agiu em legitima defesa. O interessante é q nao é contada a versao verdadeira a de q o irmao do cara q foi preso foi acusado de roubo sem ter roubado e ameaçado de morte pela a "vitima".

Anônimo disse...

Tem que tocar fogo é em todos então.