VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

sábado, 26 de novembro de 2016

DESCASO TOTAL!!! SUSPEITO DE MATAR SARGENTO DA RESERVA É LIBERADO POR FALTA DE INQUÉRITO POLICIAL

Polícia Civil alega que o inquérito está dentro do prazo e sob investigação

Um dos suspeitos de matar a pauladas e a pedradas o sargento da reserva remunerada, Carlos Alberto Ribeiro Gomes, de 54 anos, foi liberado por falta de inquérito policial. O Povo apurou que após a morte do sargento, no dia 11 de novembro, o serviço reservado da PM passou a investigar o caso e, por meio de fotografias, os suspeitos foram reconhecidos por testemunhas. 
Segundo uma fonte ligada à Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o homem foi encontrado na quarta-feira, 23, pela Polícia Militar, na subida da Serra da Meruoca, Região de Sobral, a 250 quilômetros de Fortaleza. A Polícia de Fortaleza foi acionada, mas para a surpresa dos policiais, 12 dias após a morte, não havia inquérito aberto acerca da morte do sargento na Delegacia Metropolitana da Caucaia (DMC).
O Povo apurou que o que havia na DMC era um Boletim de Ocorrência (B.O.) feito pela filha do sargento, notificando o roubo da arma e do homicídio. O suspeito, então, foi liberado.
Depois de liberado, a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), instaurou o inquérito na quinta-feira, 24. sobre o caso. O Povo  ainda apurou que a explicação dada aos policiais era de que devido a greve dos policiais civis o inquérito não foi instaurado  e que haviam muitos homicídios na frente para instaurar. O caso do sargento "foi ficando para trás".   A DHPP teria começado a ouvir testemunhas na sexta-feira, 25.

Polícia Civil

O delegado-geral da Polícia Civil, Andrade Júnior, informou que o inquérito foi iniciado e que está dentro do prazo.
Andrade Júnior descarta o atraso em relação à greve da Polícia Civil e disse que a informação de que o suspeito seria o autor do crime é uma informação da Região de Massapê, mas que o caso ainda está em fase de identificação.
O delegado geral ressalta que o inquérito está seguindo para que seja presa a pessoa que praticou o delito.

O caso

O sargento reformado da Polícia Militar (PM) foi executado na noite da última sexta-feira, 11, no Parque Leblon, em Caucaia. Ele foi baleado enquanto dirigia um veículo modelo Hilux e retirado do carro por criminosos. Além disso, teve a cabeça atingida por pedradas. Os suspeitos do crime estavam em um carro modelo Celta. O PM reformado morreu no local.

Fonte: O Povo

EM CAMOCIM, POLÍCIA MILITAR DETÉM DOIS HOMENS SUSPEITOS DE PASSAREM NOTA FALSA NO COMÉRCIO

Policiais militares da Força Tática efetuaram a detenção de duas pessoas sob a acusação de repasse de cédulas falso no comércio de Camocim. 
Era por volta das 10h50 de sexta-feira, 25, quando uma funcionária de uma farmácia localizada no Centro da cidade ligou para o 190 e denunciou que um cliente havia feito algumas compras e repassado uma nota de 100 reais falsa, sendo percebida somente momentos depois. Os pm’s foram ao local e ao checarem as filmagens do circuito de câmeras reconheceram a pessoa que passou a cédula falsa, um homem de 40 anos que reside no bairro Nossa Senhora de Fátima. O homem foi localizado e disse para a polícia que não sabia que a nota era falsa e que havia recebido de um amigo, um homem que reside no bairro da Cohab. Esse outro homem também foi localizado e confirmou para a polícia que havia emprestado o dinheiro ao amigo, justificando que também não sabia que a cédula era falsa, pois havia sacado em uma agência bancária em Camocim.
Os dois homens foram conduzidos à DPC de Camocim onde prestaram seus depoimentos, sendo liberados em seguida, ficando comprometidos de comparecerem posteriormente na delegacia.

Efetuaram as detenções: Sgt Dário, Sds Fernandes e Rafael
Camocim Polícia 24h

AGENTE PENITENCIÁRIO É EXECUTADO COM 29 TIROS QUANDO VOLTAVA DE IGREJA EM FORTALEZA

Reginaldo Soares recebeu vários tiros enquanto voltava da igreja. Bandidos fugiram e levaram a pistola do agente.

Um agente penitenciário foi executado com 29 tiros a tiros por cerca de quatro bandidos na noite desta sexta-feira (25), no Bairro Bom Jardim, em Fortaleza. De acordo com a Polícia Militar, o agente penitenciário Reginaldo Soares retornava da igreja quando foi abordado pelos marginais na Rua Generosa. O agente tentou reagir, mas foi atingido por vários tiros.
Os bandidos fugiram em seguida levando a pistola do agente penitenciário. O agente trabalhava no Grupo de Apoio Penitenciário (Gape).
O velório do agente Reginaldo Soares ocorre neste sábado (26), na Rua Valdemar Holanda, 589, no Bairro Bom Sucesso.
Com este caso, subiu para 31 o número de agentes da Segurança Pública mortos no Ceará neste ano. Das vítimas, 24 são policiais militares, 03 agentes penitenciários, 02 policiais civis, 01 policial rodoviário federal e 01 delegado de polícia civil.

Camocim Polícia 24h