VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

terça-feira, 6 de setembro de 2016

‘SETEMBRO AMARELO’ BUSCA CONSCIENTIZAR SOBRE SUICÍDIO. CONFIRA OS 15 CASOS DE SUICÍDIO EM CAMOCIM E CIDADES VIZINHAS.


A cada 40 segundos uma pessoa comete suicídio no mundo. A cada 3 segundos uma pessoa atenta contra a própria vida. O suicídio está entre as três maiores causa de morte entre pessoas com idade entre 15-35 anos. Cada suicídio tem um sério impacto em pelo menos outras seis pessoas.
O impacto psicológico, social e financeiro do suicídio em uma família e comunidade é imensurável. Suicídio é um problema complexo para o qual não existe uma única causa ou uma única razão. Ele resulta de uma complexa interação de fatores biológicos, genéticos, psicológicos, sociais, culturais e ambientais.
É difícil explicar porque algumas pessoas decidem cometer suicídio, enquanto outras em situação similar ou pior não o fazem. Contudo a maioria dos suicídios pode ser prevenida. Suicídio é agora uma grande questão de Saúde Pública em todos os países. Capacitar a equipe de atenção primária à saúde para identificar, abordar, manejar e encaminhar um suicida na comunidade é um passo importante na prevenção do suicídio. (Via CES)

Camocim e região

Falando sobre o caso na nossa região (Camocim, Granja, Martinópole, Barroquinha e Chaval), constatamos que os números são alarmantes. Já aconteceu 15 casos em nossa região, 14 deles por enforcamento e um provocado por tiro. Confira todos os casos de suicídio ocorridos neste anos nas cidades de Camocim, Ganja, Martinópole, Barroquinha e Chaval:

Martinópole
  1. No dia 16 de janeiro, um homem de 39 anos identificado como Ivan Ferreira Gomes praticou suicídio por enforcamento em um quarto de sua residência localizada na Rua Chico Novo, Bairro Matadouro Velho, em Martinópole; Relembre a matéria AQUI.
  2. No dia 19 de abril, o agricultor José Maurício de Matos, de 41 anos praticou suicídio por enforcamento em um matagal na localidade de Ilha, zona rural do Município de Martinópole; Relembre a matéria AQUI.
  3. No dia 16 de maio, o agricultor João Batista da Silva, 40 anos, praticou suicídio por enforcamento em um quarto de sua residência localizada na localidade de Lagoa cercada, zona rural de Martinópole; Relembre a matéria AQUI.
  4. No dia 08 de junho, um homem identificado como Edio Estevão de Sousa, 29 anos, praticou suicídio por enforcamento em um quarto de sua residência localizada no Conjunto Benedito Barros, em Martinópole. Relembre a matéria AQUI.
  5. No dia 18 de agosto, um homem identificado como Francisco de Assis Gomes, 37 anos, praticou suicídio por enforcamento na área de serviço de sua residência localizada na Rua João Domingos, Centro da cidade. Veja o caso AQUI.
Granja
  1. No dia 16 de fevereiro, um garoto identificado como Antonio Alexandre de Sousa Fontenele, de apenas 14 anos, praticou suicídio desferindo um tiro de espingarda em seu peito esquerdo dentro de um matagal localizado no distrito de Timonha, em Granja; Relembre a matéria AQUI.
  2. No dia 07 de junho, o motorista Raimundo Ferreira da Silva, vulgo “Lichoa”, 47 anos, praticou suicídio por enforcamento em sua residência localizada no Conjunto Alto da Brasília, no bairro São Pedro, em Granja; Relembre a matéria AQUI.
  3. No dia 27 de julho, um garoto de apenas 16 anos identificado como Daniel praticou suicídio por enforcamento em um cômodo de sua residência localizada na  Rua Perimetral, no Bairro São Francisco, em Granja; Relembre a matéria AQUI.
  4. No dia 01 de agosto, um homem de 25 anos identificado Francisco Jonas Alves Lima do Nascimento praticou suicídio por enforcamento em um quarto de sua residência localizada na Rua Carlos Dias, no bairro Nossa Senhora de Fátima, em Granja. Relembre a matéria AQUI.
  5. No dia 24 de agosto, o agricultor de 53 anos identificado como Francisco Pascoal Sampaio cometeu suicídio por enforcamento em sua residência localizada na localidade de Folha Larga, próximo ao distrito do Parazinho. Reveja o caso AQUI.
Camocim
  1. No dia 02 de maio, uma jovem de 22 anos identificada como Francisca Kaliane do Nascimento praticou suicídio por enforcamento em uma residência localizada na Rua Perimetral, próximo à Oficina do Pavão, em Camocim; Relembre a matériaAQUI.
  2. No dia 13 de maio, uma jovem de 20 anos identificada como Francisca Raquel Costa dos Reis, praticou suicídio por enforcamento em sua residência localizada na localidade de Tabocal, em Camocim; Relembre a matéria AQUI.
  3. No dia 28 de maio, uma adolescente identificada como Maria Geovanna Santos Araújo, de apenas 14 anos, praticou suicídio por enforcamento em sua residência localizada na Rua Perimetral, bairro São Francisco, em Camocim. Relembre a matéria AQUI.
Barroquinha
  1. No dia 09 de janeiro, um homem identificado como Antonio Teixeira Amaral, de 26 anos, praticou suicídio por enforcamento em sua residência localizada na Rua Chico Bento, Centro, em Barroquinha. Relembre a matéria AQUI.
Chaval
  1. No dia 07 de julho, um homem identificado como Francisco Júnior da Costa dos Santos, 24 anos, praticou suicídio por enforcamento em sua residência localizada no bairro Porto da Missa, em Chaval. Relembre a matéria AQUI.
Portanto, 15 suicídios registrados desde o começo do ano em nossa região, cinco casos em Martinópole, cinco em Granja, três casos em Camocim, um em Barroquinha e outro em Chaval. Dos quinze suicídios, quatorze foram praticados por enforcamentos e apenas um com disparo de arma de fogo.

Dados extraídos dos arquivos do blog Camocim Polícia 24h

Um comentário:

Anônimo disse...

Sei lá mano... Como as pessoas querem conscientizar os possíveis suicidas? O mano que faz isso ele se encontra sem saída e sem perspectiva de vida. Se o cara entra no crime as pessoas se metem julgando-o se as pessoas se suicidam as pessoas se metem. O jovem vive sem saída sem opção. O cara Vai pra escola lá tá cheio de bosais começando pelos professores e direção da escola. O recreio de uma escola pública é a imagem real do inferno, gente espancando e sendo espancadas, perversão, libidinagem onde tudo que é ruim se aprende, professores na sala de professores fumando seus cigarros e falando da vida alheia. As condições financeiras são ruins as mina nem ligam pros caras que não tem a grana. Ai os caras querem evitar o suicídio? Tentem mudar essa sociedade bosta que vivemos que o suicídio acaba.