terça-feira, 12 de maio de 2015

EM CAMOCIM, PM'S DA FORÇA TÁTICA FAZEM CAMPANA EM MATAGAL E CAPTURAM ACUSADO DE ASSALTO A MÃO ARMADA.

O acusado foi preso dentro do matagal
Uma operação realizada em conjunto entre militares da Força Tática e da FTM, sob o comando do Major Artunane Aguiar,  culminou com prisão em flagrante de um jovem de 18 anos o qual horas antes havia praticado um assalto a mão armada na Rua Sebastião Lopes, ao lado do Aeroporto.
Por volta de 17h35 de segunda-feira, 11, a servidora pública Vera Lúcia voltava do trabalho quando no local já citado foi abordada por um indivíduo armado com gargalo de garrafa que usando de ameaça e violência anunciou o assalto, ordenando que a vítima entregasse a bolsa caso ela quisesse sem nenhuma sequela.
Nervosa e com medo do pior acontecer, a mulher entregou a bolsa para o elemento que de imediato se evadiu do local pulando vários quintais e se embrenhando em um extenso matagal que existe nas proximidades.
Populares que passavam pelo local e presenciaram a ação criminosa ligaram para o 190 e comunicaram o fato. Policiais da Força Tática se deslocaram para o lugar onde aconteceu o assalto e colheram maiores informações com a vítima. Segundo a mulher dentro da sua bolsa continha cerca de R$ 600,00, dois aparelhos celulares, um relógio de pulso, uma bolsa de couro, vários documentos pessoais, cartões bancários e cartões de crédito. Ela também disse que o elemento era moreno, alto e magro.

Bolsa da vítima dentro do matagal
Momentos depois os pm’s foram informados que o acusado era conhecido como “Zé” e que residia na Travessa Santana, no bairro Jardim das Oliveiras.
Após uma hora realizando diligências à procura do acusado, os pm’s da Força Tática e da FTM resolveram fazer campana no matagal e aguardar a passagem do indivíduo. Cerca de três horas embrenhados no mato extenso, fechado e em posições estratégicas, eis que surge um corpo estranho rastejando sorrateiramente no matagal. Era o acusado que se dirigia na surdina e na calada da noite para sua residência. O que ele não esperava era ser surpreendido por dois militares da Força Tática camuflados durante a noite naquele matagal.

Dinheiro foi encontrado no matagal

O acusado José Reginaldo Monteiro, 18 anos, o “Zé”, foi abordado e preso, e logo resolveu confessar que era ele o autor do assalto. A partir daí começou uma negociação e o acusado levou os policiais em três pontos distantes um do outro daquele matagal. No primeiro local ele havia escondido os dois aparelhos celulares e uma bolsa de couro contendo vários objetos. No segundo ponto ela havia escondido a bolsa grande onde havia vários cartões bancários, de créditos e documentos pessoais da vítima e no terceiro local ele havia escondido o dinheiro.

Zé, acusado
Mediante os fatos o acusado foi conduzido para a DPC de Camocim onde todo o caso foi repassado para o delegado plantonista que o autuou em flagrante por crime de roubo, artigo 157 do CPB. Todo o material recuperado foi entregue para a vítima.
Zé já está recolhido à cadeia pública de Camocim.






Efetuaram a prisão:

Força Tática: Sds Rocha, Flávio, Gleison e Nascimento
FTM: Cb Félix, Sds Edirlessandro e Gleison Pareira

10 comentários:

Anônimo disse...

Excelente trabalho, a coitadinha da vítima estava apavorada

Anônimo disse...

Esses meninos tem o apoio da mãe, digo isso pq já fui pra várias ocorrência com os filhos dela e ela fica protegendo, botando a polícia pra rodar.

Anônimo disse...

A Força Tática bota pra fuder nesse malandros

Anônimo disse...

Um belo trabalho em conjunto entre FTA e FTM

Anônimo disse...

excelente trabalho ,camocim reconhece o trabalho desses policiais.

Roberto Rodrigues disse...

Estratejica bacana essa parabéns

Roberto Rodrigues disse...

Estratejica bacana essa parabéns

Roberta disse...

Homens de honra, admiro muito vcs, triste da segurança pública se não fosse a Polícia Militar.

cHico disse...

Esse jovem há tempos vive no mundo do crime, infelizmente é uma triste realidade, só Deus para libertá-lo.

cHico disse...

Esse jovem há tempos vive no mundo do crime, infelizmente é uma triste realidade, só Deus para libertá-lo.