domingo, 2 de novembro de 2014

GOVERNO DO ESTADO DEVERÁ CONVOCAR TODO O CADASTRO DE RESERVAS DE AGENTES PENITENCIÁRIOS

A Sejus está elaborando o projeto de lei, que será enviado à Assembleia Legislativa, para a criação de novos 466 cargos para agentes penitenciários. As vagas serão distribuídas pelo Interior do Estado e pela a Região Metropolitana de Fortaleza
A titular da Secretaria de Justiça e Cidadania do Ceará (Sejus), Mariana Lobo, informou que está elaborando um projeto de lei para a criação de novas 466 vagas para agentes penitenciários para serem distribuídas pelas cinco macrorregiões do Estado. Os agentes já foram aprovados em um concurso público realizado em 2013, para 800 vagas. Até setembro, foram convocados 1.179 pessoas.

O anúncio foi feito na manhã desta sexta, 31, pelo governador Cid Gomes, em sua página pessoal no Facebook. "Falei agora com a Secretária de Justiça, pedindo que ela preparasse o Projeto de Lei para a criação dos cargos de Agente Penitenciário. Todos do cadastro de reserva serão chamados", escreveu o governador. 

De acordo com Mariana Lobo, serão enviados agentes penitenciários para as macrorregiões dos Inhamuns, Sertão Central, Litoral Oeste e Leste, Cariri, Ibiapaba e Sobral, além da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Os cargos serão criados para reforçar a segurança no interior do Estado e para a Casa de Privação Provisória de Liberdade V (CPPL V), em construção no Complexo Penitenciário Itaitinga.

Atualmente, o número de agentes penitenciários é de 1.751. Em 2007, o número era de apenas 252. Nos sete anos de gestão, o efetivo de servidores da categoria aumentou em cinco vezes. A secretária conta que deixará a secretaria com um total de 2.217. “Quando assumimos, havia um agente para cada 25 presos. Hoje, temos um para casa sete”, informa.

Redação O POVO Online

Nenhum comentário: