quarta-feira, 2 de julho de 2014

CASAL É PRESO AO TENTAR SACAR SALÁRIO DE POLICIAL ASSASSINADO


A quadrilha que comandou o latrocínio (roubo seguido de morte) do ex-comandante da Guarda Municipal do Eusébio foi desarticulada nesta terça-feira (1º). Um casal foi preso sacando o dinheiro referente ao pagamento da vítima. O subtenente da reserva, Francisco Alcimiro da Silveira, 47, foi morto na última sexta-feira (27), quando três suspeitos, sendo dois homens e uma mulher invadiram o mercadinho de propriedade da vítima para roubá-lo.
De acordo com informações da titular da Delegacia Metropolitana do Eusébio, Ana Lúcia Almeida, denúncias anônimas informavam que envolvidos no crime realizavam saques com o cartão do ex-comandante em uma agência da Caixa Econômica da Avenida Washington Soares.



Wanderson Francelino da Silva, 23, e Suyane da Silva Gomes, 27, foram detidos em flagrante com o cartão bancário do subtenente Francisco Alcimiro e o dinheiro referente a remuneração da vítima. Ambos informaram, durante depoimento, que não participaram diretamente da ação criminosa.

Objetivo dos criminosos era roubar a arma do PM

Os suspeitos teriam a informação que Alcimiro era um policial militar e o objetivo da ação não seria assaltar o mercadinho, mas roubar a arma do subtenente. A delegada Ana Lúcia ressalta, que durante o crime, os suspeitos não levaram nada do estabelecimento comercial, apenas a arma, cartão bancário e algum dinheiro do caixa.

Suyane seria namorada de um dos bandidos que participou diretamente da ação. Ela confessou o crime junto de Wanderson. De acordo com a delegada, os dois são moradores do município de Eusébio, não esboçaram nenhum tipo de reação a prisão. Eles devem responder na Justiça por crime de formação de quadrilha e receptação.

Mais dois suspeitos identificados

Os suspeitos que invadiram o mercadinho são Sérgio Bezerra da Silva, conhecido como ‘Serginho’ e Evilásio Tavares. A dupla ainda não foi detida, mas a delegada afirma que o caso está praticamente solucionado graças a integração do 15º Batalhão da Polícia Militar do Eusébio, Comando de Policiamento Metropolitano (CPME) e Polícia Civil.

A arma do crime também não foi localizada, mas a Polícia realiza diligências. A primeira dupla detida foi levada à Delegacia do Eusébio e, em seguida, encaminhada à Delegacia de Capturas (Decap).

Fonte: Diário do Nordeste

6 comentários:

Anônimo disse...

Ta faltando uma posiçao das altoridades ... tao matando pms a toda hora!!!!!

Anônimo disse...

TEMOS Q UMA RESPOSta A ALTURA

Anônimo disse...

Agora ta facil... temos butar pra fuder ... da cabom

Anônimo disse...

Agora ta facil... temos butar pra fuder ... da cabom

Anônimo disse...

Esse dois era pra responder latrocínio também pois estavam com o cartão da vitima sacando o dinheiro da vítima

Acopiara News disse...

Fico imaginando onde vai parar a audácia desses bandidos.