quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

EM CAMOCIM, FORÇA TÁTICA CAPTURA UM DOS ACUSADOS PELA MORTE DE "BARTÔ".


Desde a sexta-feira, 10 de janeiro, data em que o pai de Família Bartolomeu da Cunha Paulo, 39 anos, mais conhecido como “Bartô”, foi assassinado a bala no bairro Jardim das Oliveiras, O Major Assis Azevedo orientou que todo o policiamento se empenhasse ao máximo na prisão dos elementos apontados como os autores do homicídio. Desde então, os policiais trabalham diuturnamente pra dá uma resposta à família da vítima e à sociedade.

 A apreensão

Os policiais do Serviço de Inteligência já estavam monitorando três indivíduos acusados do homicídio, que são: Pinguim, Wanderson e o menor L.F.S.S., 17 anos e que completa 18 em maio. Na manhã desta quarta-feira (15), o Serviço de Inteligência informou aos policiais da Força Tática (Cb Carneiro, Sds S. Filho, Clemilson e Alberto) que o menor estava transitando pela Rua da Independência junto com sua mãe. Imediatamente os pm’s foram ao local e conseguiram apreender o adolescente que com a maior frieza assumiu ter matado “Bartô”. 

O menor foi levado para a DPC e segundo informações da PM ele teria relatado em seu depoimento que teria cometido o crime por vingança devido uma rixa já antiga com a vítima. Ele teria dito que viu a vítima passar na garupa de uma moto com outra pessoa e foi esperar sua passagem na Rua Sebastião Lopes, no Jardim das Oliveiras. Quando a vítima passava pelo local o menor teria disparado um tiro na vítima, porém teria errado. Disparou mais três vezes contra “Bartô”, acertando dois nas costelas e um no tórax e quando viu que a vítima havia morrido fugiu do local. Ele ainda teria relatado que tinha conseguido a arma em Fortaleza.
O menor foi ouvido em termo de declaração e foi prontamente liberado após os procedimentos.

De acordo com as investigações do Serviço de Inteligência da 3ªCIA/3ºBPM, o menor tem participação no homicídio, porém os outros dois elementos apontados como autores são os principais acusados. A caçada aos indivíduos  Pinguim e Wanderson continua e quem souber alguma informação que leve ao paradeiros dos dois elementos informar à PM através dos telefones: 190, (88) 6321 6476, (88) 3621 2717 ou (88) 3621 2718. A PM garante seu anonimato.

Os outros dois acusados pela morte de "Bartô" 

Pinguim
Wanderson

 CAMOCIM POLÍCIA 24H

16 comentários:

kelton disse...

Parabéns a esses policiais que mesmo sem estímulos e reconhecimentos agem com profissionalismo.

Anônimo disse...

Estamos vendo que todos os homicídios ocorridos na cidade a PM está prendendo os acusados. Parabéns gloriosa!!!

Marujo disse...

Quero parabenizar este blog pelos relevantes serviços prestados a cidade de Camocim como também as vizinhas. Moro em Camocim mais trabalho em uma empreiteira que presta serviço à Petrobras e passo 28 dias na minha cidade e 28 no mar. Graças ao blog, quando estou em mar aberto fico informado de todos os acontecimentos que ocorrem na cidade. Parabéns pelo noticiário completo, rápido e acima de tudo imparcial e independente. Continuem assim.

Anônimo disse...

Até que fim, esse vagabundo foi preso
só assim deixa a familia um pouco mais aliviada, mas porém ainda tem mais solto...

Eduardo disse...

Olha aí população, a foto dos outros dois sem vergonhas, vamos ajudar a Polícia Militar a botar as mãos nesses vagabundos.

Maria do Socorro disse...

Nós acreditamos no trabalho da PM e temos certeza que os outros dois suspeitos irão cair. Vamos ajudar a Polícia meu povo, vamos denunciar esses bandidos, a polícia precisa de nós.

Anônimo disse...

Nós acreditamos no trabalho da PM mais no da juticia náo acredito.

Anônimo disse...

Eita blog véi paidégua... rsrsrsrs, num deixa passar nada!

Carlão Polícia disse...

Parabéns guerreiros militares!!!!

Anônimo disse...

Essa cidade têm Polícia Civil?

Anônimo disse...

Tem sim, só q temos pouco efetivo para desempenharmos nossos serviços.

Souza - Brusque - S. C. disse...

Este assassino não deveria ser preso, porque na prisão um marginal desse não merece ficar. Lá vai ter boa comida e depois irá continuar a ser marginal. Já deveria ter sentado no colo do capeta, Porque vagabundo bom é vagabundo morto.

Anônimo disse...

PAULO-DISSE...
Valeu policiais,continuem caçando esses assassinos...

Anônimo disse...

Essa desgraça não ficou preso, não, pois segundo o blog:

"O menor foi ouvido em termo de declaração e foi prontamente liberado após os procedimentos".

Anônimo disse...

Cumprindo determinações; determinadas, rsrs, vamos caçar.

Anônimo disse...

Valeu. policiais. nota 10. mais. o principal tà solto. é pimgim. Ele e cruel. um maginal