sábado, 7 de dezembro de 2013

OPERAÇÃO RESGATA 107 TRABALHADORES EM CONDIÇÕES DE ESCRAVIDÃO EM CHAVAL E MARTINÓPOLE

Uma operação do Ministério do Trabalho e Emprego com apoio da Polícia Rodoviária Federal no Ceará resgatou nesta semana 107 trabalhadores que atuavam em condições análogas à escravidão. A operação foi realizada em três fazendas das cidades de Chaval e Martinópoles, no interior do Ceará.
A operação foi realizada entre a manhã e tarde desta quinta-feira (5). Segundo o Ministério do Trabalho e Emprego, os proprietários das fazendas foram notificados. Se condenados, eles podem cumprir pena que varia de dois a oito anos de prisão e pagamento de multa.

Esta é a quarta operação do Ministério do Trabalho e Emprego no Ceará neste ano contra o trabalho escravo. Em outubro, em Ibicuitinga, sete trabalhadores, entre adultos e adolescentes, foram resgatados em uma fazenda com condições precárias de trabalho.

Fonte: G1CE

5 comentários:

Anônimo disse...

Oh, chavalzinho do padre ou do pp pra ter noticia ruim e cada uma, ñ tem nada de bom não é?

Anônimo disse...

O Mte deveria intrevistar um gari de chaval q cm certeza encontraria algo paraecido ou igua a isso. Detalhe. Com salario incompleto e atrazado.

Anônimo disse...

desde quando trabalha no carnaubal e trabalho escravo?

Anônimo disse...

existem tanto trabalho escravo por ai e tão se preocupando com assa gente com um pouco de trabalho que o sertanejo,deveriam também frente de tralho para essa gente.

Anônimo disse...

E um trabalho duro pesado mas e o único que o povo do campo tem numa épocá dessa meu pai ganha 200, 00 reais por semana no carnaubal e n atrasa comparado a um gari!