terça-feira, 7 de agosto de 2012

POLÍCIA FEDERAL DEFLAGRA GREVE EM TODO BRASIL.

Policiais Federais paralisaram atividades em todo o país, inclusive no Ceará, reivindicando melhores salários e atenção à reestruturação do plano de carreira da categoria. A paralisação que começou nesta terça-feira (6) tem previsão de duração inicial de três dias.
De acordo com o  presidente do Sindicato dos Policiais Federais no Ceará (Sinpof), Carlos Onofre Façanha Dantas, o principal motivo da paralisação é a restruturação de carreira. "A gente vem negociando com o Governo há três anos por um projeto de restruturação e até hoje nada foi feito", explica Façanha.
 
Conforme o presidente do Sindicato da PF no Ceará, desde 1996, o nível superior passou a ser exigido para ingresso em todos os cargos da Polícia Federal, mas não houve adequação salarial.
Cerca de 100 agentes da PF entregaram as armas nesta terça-feira (07) em frente ao prédio Anexo da Polícia Federal na Capital, que fica no bairro de Fátima.
Na  noite da próxima quinta-feira (9) será decidido em assembleia-geral se a categoria optará pela manutenção da greve. De acordo com Façanha, cerca de 600 políciais no Ceará participam do movimento.  
Durante a paralisação, todas as investigações da PF no Brasil serão interrompidas, e apenas os serviços básicos serão mantidos, como a guarda dos presos e os plantões nas delegacias.

Na última segunda-feira (06), a PF desarticulou uma quadrilha de assaltantes de bancos no Ceará.

Agentes entregam armas

De acordo com o presidente da Associação dos Delegados da Polícia Federal, Luís Alves Feitosa, os agentes da PF começaram a ação simbólica de entrega de armas nesta terça. "Hoje foi entregue uma parte das armas, mas amanhã às 8h teremos a ação simbólica da entrega das armas, com a presença dos delegados", pontuou, acrescentando que os armamentos serão devolvidos aos agentes na sexta-feira (10).
A greve está prevista para durar até quinta, porém pode durar por tempo indeterminado. "Até agora não recebemos nenhuma proposta. Estamos há dois anos em negociações, e não avançou", exprimiu Feitosa.

Delegados param na quarta-feira

Os delegados da Polícia Federal estão em atividade normal nesta terça, mas irão paralisar seus trabalhos na próxima quarta-feira (08). A paralisação deverá, a princípio, durar somente um dia. Entretanto, haverá uma assembleia para definir os rumos do movimento. 

Fonte: DN

Nenhum comentário: