terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

JOVEM MATA OUTRO A FACADAS E DEPOIS COLOCA CORPO EM FORNO DE PIZZARIA.

O suspeito Welber Melques Venandes de Oliveira, de 22 anos, confessou nesta segunda-feira (13), em depoimento à Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), em Cuiabá, ter assassinado a facadas uma jovem de 25 anos e, depois ter queimado o corpo dela dentro do forno de uma pizzaria. O rapaz se apresentou à Polícia Civil e declarou que cometeu o crime quando estava sob o efeito de drogas, conforme disse o delegado André Renato Gonçalves, que conduz o inquérito.


O advogado do suspeito,Paulo Valine Medeiros, disse à imprensa que o seu cliente contou que o crime não teve uma motivação aparente. Ele relatou ainda que o suspeito é usuário de drogas há pelos menos dois anos. Após o depoimento, o delegado do caso, André Renato Gonçalves, declarou que o jovem foi indiciado pelos crimes de homicídio qualificado e tentativa de destruição de cadáver. O inquérito policial deve ser concluído ainda nesta semana, conforme a polícia.


Após o depoimento, o jovem foi encaminhado para a Penitenciária Central do Estado (antigo presídio Pascoal Ramos), na capital, onde deve ficar preso temporariamente pelo período de dez dias. A Justiça decretou a prisão dele com base no depoimento do pai do suspeito. Ele disse à polícia que o filho contou que cometeu o homicídio e, em seguida, fugiu em uma motocicleta. O advogado pontuou que vai esperar o delegado concluir o inquérito para depois decidir quais as medidas judiciais que devem ser tomadas.

No depoimento, o suspeito Welber Melques informou que passou a noite com a jovem em uma boate localizada no bairro Alvorada, na capital. Ele afirmou que ambos consumiram drogas e depois foram para a pizzaria do pai dele, perto da Avenida General Mello, no bairro Barbado.
Segundo o delegado André Renato, o suspeitou comentou que os dois foram até o estabelecimento buscar mais dinheiro para continuar consumindo cocaína. O suspeito e a vítima teriam se conhecido na noite do crime.


No local, “subitamente”, segundo o delegado, o jovem contou que matou a mulher com golpes de faca e depois colocou o corpo dela inteiro dentro do forno. O corpo da vítima foi encontrado no último dia 3 de fevereiro totalmente carbonizado. Em seguida, o suspeito limpou a cena do crime.

Os vizinhos relataram à polícia que ouviram gritos de uma mulher na madrugada da data do crime. Após o fato, o suspeito foi até a casa do pai dele e ficou escondido na chácara de um amigo, em Cuiabá. 

Fonte: G1
CAMOCIM POLÍCIA 24hs

Um comentário:

Anônimo disse...

Cadeia nesse vagabudo.