sexta-feira, 18 de março de 2011

ALEX GARDENAL E FABINHO DA PAVUNA SÃO RECAPTURADOS NO MARANHÃO.

Ação integrada das polícias do Ceará e do Maranhão possibilitou a prisão dos dois bandidos na cidade de Santa Inês


Fabinho da Pavuna
Alex Gardenal
Alexandro de Sousa Ribeiro, o ´Alex Gardenal´, e Francisco Fabiano da Silva Aquino, o ´Fabinho da Pavuna´, dois dos bandidos mais procurados do Ceará, foram presos na madrugada de hoje, em uma operação conjunta da Coordenadoria de Inteligência (Coin) da Secretaria de Segurança do Ceará, da Polícia Civil cearense e da Divisão Especial de Investigação Criminal (DEIC), do Maranhão.

O Diário do Nordeste apurou que ´Fabinho da Pavuna e ´Alex Gardenal´ foram presos na Cidade de Santa Inês, (distante 250Km de São Luis), nas primeiras horas de hoje. A captura dos dois bandidos era prioridade para o secretário da Segurança Pública e Defesa Social, coronel PM Francisco Bezerra. Desde o resgate cinematográfico de ´Gardenal´ e outros nove presos do Instituto Presídio Professor Olavo Oliveira II (IPPOO II), no Município de Itaitinga, na tarde do último dia 5 de fevereiro, as autoridades estavam trabalhando em sigilo até que conseguiram chegar aos assaltantes de bancos e carros-fortes, escondidos no Maranhão.De acordo com fonte da Secretaria de Segurança Pública, Fabinho foi quem financiou o resgate de Gardenal.

Escolta

Depois da prisão, os dois foram levados para São Luis e estão sob forte escolta policial, em um lugar não revelado. Eles devem ser trazidos de avião, ainda hoje para Fortaleza.

As investigações continuam para tentar localizar os demais fugitivos do IPPOO II: Antônio Reginaldo Araújo, Edésio Batista das Neves Sobrinho (envolvido no caso BC); Edson Barbosa Andrade Silva, Fernando Carvalho Pereira, o ´Fernandinho (envolvido no assalto ao BC); Francisco Mauro Jean de Lima (pistoleiro e sequestrador), Marcos Rogério Machado de Morais, o ´Rogério Bocão´ (também envolvido no assalto ao BC), Rosielio Chaves Vieira, Francisco das Chagas Rodrigues e Francisco Edwerton Amaro Honório (sequestrador).

Eles foram resgatados por bandidos armados de fuzil por volta de 13h30 do dia 5 de fevereiro quando ocorria uma visita de familiares aos detentos. O grupo que foi resgatado detinha armas e rendeu os agentes prisionais, enquanto outro bando, do lado de fora, atirava contra os policiais militares que faziam a segurança na área externa da unidade prisional. Tiros de fuzil e de pistolas foram ouvidos durante cerca de 15 minutos.
Fonte: DN

Nenhum comentário: