sábado, 6 de junho de 2020

CAMOCIM REGISTRA MAIS DUAS MORTES POR COVID-19 E CHEGA A 20 NO TOTAL. JÁ SÃO 649 CASOS CONFIRMADOS E 180 CURADOS


A Prefeitura Municipal de Camocim, através da Secretaria Municipal da Saúde informa o Boletim Epidemiológico atualizado neste sábado, 06 de junho, às 20h. 
São 1021 casos descartados, 67 casos em investigação e 649 casos confirmados. Foram registrados 22 novos casos de coronavírus em comparação com o Boletim Epidemiológico de ontem, sexta-feira 05. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, mais duas pessoas morreram por Covid-19 em Camocim, totalizando agora 20 óbitos. O número de recuperados chegou a 180. 

Camocim Polícia 24h

COVID-19: BAIRRO BOA ESPERANÇA COM MAIOR Nº DE CASOS, CRUZEIRO TEM O MAIOR Nº DE MORTES. CONFIRA DADOS DA PANDEMIA EM CAMOCIM


De acordo com o Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde do Município de Camocim durante a noite de ontem, sexta-feira 05, o bairro da Boa Esperança continua sendo o bairro com maior número de casos confirmados da Covid-19. Confira abaixo os cinco bairros com maior número de casos da Covid-19: 

1 - Boa Esperança: 120 casos confirmados divididos em 33 casos recuperados; 84 pacientes em isolamento domiciliar; 00 casos de pacientes internados e 03 mortes. 

2 - Centro: 116 casos confirmados divididos em 30 casos recuperados; 83 pacientes em isolamento domiciliar; 02 casos de pacientes internados e 01 morte. 

3 - Cruzeiro: 76 casos confirmados divididos em 10 casos recuperados; 58 pacientes em isolamento domiciliar; 03 casos de pacientes internados e 05 mortes. 

4 - Brasília: 62 casos confirmados divididos em 16 casos recuperados; 45 pacientes em isolamento domiciliar; 01 casos de pacientes internados e 00 mortes. 

5 - Olinda: 43 casos confirmados divididos em 16 casos recuperados; 26 pacientes em isolamento domiciliar; 00 casos de pacientes internados e 01 morte. 

Os dados ainda revelam que o bairro com menos casos confirmados da Covid-1 no município de Camocim é o bairro Betânia, com apenas 01 caso. 

Camocim Polícia 24h

HOMICÍDIO BÁRBARO! POLICIAIS MILITARES DO RAIO RESPONDEM RÁPIDO E PRENDEM ASSASSINOS DE LUANNY KEVELLIN


A resposta por parte da Polícia Militar foi rápida e eficaz 

Momentos depois do homicídio bárbaro que ceifou a vida de Francisco Antonio Sousa, mais conhecido como “Luanny Kevelin”, policiais militares do Raio de Camocim iniciaram as diligências e conseguiram efetuar a prisão de quatro indivíduos suspeito de ter matado a vítima a golpes de gargalo de garrafa, pauladas e pedradas. 

Motivo fútil 

De acordo com as informações enviadas ao Camocim polícia 24h, tudo teria começado com uma bebedeira que estava acontecendo na Praça da Matriz. Era por volta das 02h da madrugada deste sábado, 06, quando se iniciou uma confusão onde um dos indivíduos teria espancado a vítima, alegando que Luanny teria xingado sua mãe com palavra de baixo calão. Achando pouco os indivíduos tramaram momentos depois a morte da vítima. Luanny sofreu novamente espancamento, desta vez sofreu várias lesões a pauladas, pedradas e cortes a gargalo de garrafa. Mesmo ferida, a vítima teve força para sair correndo e procurou escapar pulando uma grade da Receita Federal, no entanto, os elementos a perseguiram e conseguiram pega-la, terminando ali de mata-la barbaramente.  

Prisões 

Já por volta das 10h30 da manhã, algumas informações chegaram aos pms do Raio, ajudando assim na prisão dos quatro indivíduos, sendo que três deles já confessaram o crime e um deles nega a participação. Os suspeitos identificados como Abreu, Del, Rodolfo foram levados para a DPC e autuados em flagrante por crime de homicídio e já estão recolhidos a um presídio. O quarto indivíduo foi ouvido e liberado por falta de provas. Vale ressaltar que Camocim passou 159 dias sem o registro de crimes violentos de mortes. Neste 1º homicídio do ano os pm’s do Raio agiram rápido e deram a resposta à sociedade camocinense. 

Camocim Polícia 24h 

EM CAMOCIM, HOMOSSEXUAL É ASSASSINADO AO LADO DA RECEITA FEDERAL. 1º HOMICÍDIO DO ANO

Após cinco meses e 9 dias (159 dias) sem crimes de homicídio lamentavelmente o município de Camocim voltou a registrar um crime violento de morte. O último crime de morte ocorrido em nosso município havia sido uma lesão corporal seguida de morte em que um homem foi esfaqueado por sua esposa na noite de Natal do ano passado (25 de Dezembro de 2019) e veio a falecer cinco dias depois em um hospital de Sobral. 

1º homicídio do ano 


Era por volta das 09h da manhã deste sábado, 06, quando populares ligaram para o 190 dando conta de um corpo ensanguentado e com lesões visíveis pelo corpo que estava caído ao solo ao lado da Receita Federal bem como da Prefeitura Municipal de Camocim. De imediato uma equipe da PM foi ao local e constatou a veracidade do fato. De acordo com as primeiras informações colhidas pelo blog Camocim polícia 24h, trata-se de um homossexual conhecido como “Luanny Kevellin" do Bairro Jardim das Oliveiras. Ao lado do corpo da vítima havia um gargalo de garrafa. Foram observadas perfurações na altura das costas. Equipes da Polícia Militar e Polícia Civil já se encontram realizando diligências no sentido de colher maiores informações acerca do sinistro. O comando da PM pede para quem tiver alguma informação que leve ao paradeiro dos acusados do sinistro, ligar para o 190 que o sigilo garantido. 


Camocim Polícia 24h

PRESIDENTE BOLSONARO AFIRMA QUE QUEM PROMOVE CAOS E QUEIMA A BANDEIRA NACIONAL É TERRORISTA


O presidente Jair Bolsonaro voltou a chamar, na quarta-feira (3/6), os manifestantes que fizeram atos “antifacista” de terroristas. 
Bolsonaro disse, através das redes sociais, que “quem promove o caos, queima a bandeira nacional como forma de ‘protestar’ é terrorista sim”. O tuíte foi uma resposta a uma reportagem que dizia que o presidente tinha chamado os manifestantes contra o governo dele de “terroristas”. “Manifestantes, contra ou a favor do governo, é outra coisa”, concluiu. 
Na manifestação de segunda-feira em Curitiba, foram registradas cenas de vandalismo. Na sede do governo do Paraná — o Palácio Iguaçu —, manifestantes arrancaram e queimaram bandeira do Brasil e também picharam muros e destruíram patrimônio público. 8 integrantes do movimento foram presos. 

Fonte: República de Curitiba