quinta-feira, 14 de março de 2013

CONCURSO PARA POLÍCIA BAIANA PEDE EXAMES GINECOLÓGICOS E COMPROVAÇÃO DE VIRGINDADE.


A divulgação do edital do concurso público para o preenchimento de vagas na polícia baiana tem gerado discussões entre a população da estado nordestino. O documento torna obrigatória a comprovação de virgindade para candidatas aos postos de delegado, escrivã e investigador. O pedido inusita levou até a Ordem dos Advogados do Brasil a emitir “nota de repúdio” contra a norma.


O item polêmico do edital pede “avaliação ginecológica detalhada, contendo os exames de colposcopia, citologia e microflora” às candidatas. Mas, esses exames são dispensados para as mulheres “com hímen integro”. No entanto, nessa situação a candidata terá que comprovar que é virgem, através de atestado médico, com assinatura, carimbo e CRM do médico que o emitiu.
A OAB alega ainda que “a imposição legal de critérios de admissão baseados em gênero, idade, cor ou estado civil configura uma forma gravosa de intervenção no âmbito da proteção à igualdade jurídica.
Com informações do O Globo/Tribuna do Ceará

2 comentários:

Carlão Polícia disse...

Puta que pariu; Já ví de tudo, mais essa foi demais!!!

Marcelo Gouveia disse...

Estou contratando fucionaria para trabalhar, más tem que ter imen intacto. Ja penssou se a moda pega, coitado das meninas da dona lucia, da vera, janaina sem falar nas gatinha da rodagem e as que frequenta a rodoviária re ré ré risosssssssssssss