sexta-feira, 7 de fevereiro de 2020

MENINO DE 1 ANO E 4 MESES MORRE AFOGADO EM FOSSA NO QUINTAL DE CASA NA ZONA RURAL DE PORANGA


A mãe encontrou a criança boiando, já sem vida 

Um menino de 1 ano e 4 meses morreu afogado após cair em uma fossa aberta enquanto brincava no quintal de casa, na última quarta-feira (5), na zona rural de Poranga, no interior do Ceará. Segundo a polícia, o bebê foi encontrado pela mãe e pelo irmão, já sem vida e boiando. A casa da família fica na localidade de Pitombeira. 
Segundo a mãe da criança, o menino passou a tarde da quarta-feira brincando e, por volta de 18h30, não respondeu quando ela o chamou para entrar em casa. Ela conta que foi procurá-lo com o outro filho e ficou desesperada ao encontrar o menino boiando. Ela e o irmão da vítima o retiraram da fossa para tentar socorrê-lo, mas não tiveram êxito. 

Fonte: DN

GUARDA MUNICIPAL FAÇANHA RECEBE ALTA HOSPITALAR

Guarda Municipal Façanha (sem blusa), ao lado do Capitão Cleumir
O Subcomandante da Guarda Municipal de Camocim Francisco Liduino Bezerra, conhecido popularmente como Façanha, recebeu alta médica na noite desta quinta-feira, 06, do hospital Santa Casa de Sobral, local onde esteve internado desde o dia 13 de janeiro.  O servidor público sofreu um grave acidente de trabalho quando acompanhava a remoção de um trator do pátio da GM. O aro do pneu do veículo se desprendeu e atingiu de cheio Façanha vindo a lesionar a região do tórax e pernas.  Após 24 dias internado, o subcomandante da GM de Camocim retorna pra casa para receber cuidados do pós operatórios. Façanha, caminha, conversa calmamente e se alimenta.  Considerando a gravidade da lesão sofrida, a recuperação lenta e gradual já é uma vitória na vida do paciente. Fator que pode ser devotado as inúmeras correntes de orações e manifestações de solidariedade.  
Fonte: André Martins /Com colaborador Miqueias Santos 


APÓS MANIFESTAÇÃO, GOVERNO RECUA E PROMETE ENVIAR NOVA TABELA COM REAJUSTE SALARIAL PARA PM'S E BM'S



Comissão formada por representantes de policiais, deputados estaduais e membros do Governo irá discutir mudanças na proposta de reajuste salarial  ~

Após reunião de quase duas horas com representantes de militares na tarde de ontem, o governador Camilo Santana (PT) cedeu e garantiu que só fechará a proposta de reajuste salarial da categoria e a enviará à Assembleia Legislativa (AL-CE) quando houver acordo.  
O petista, que recebeu a comitiva depois de protesto dos policiais, abriu uma mesa de negociação para rever pontos do texto apresentado na sexta-feira, 31, tais como o número de parcelas dos pagamentos, que pode ser reduzido de quatro para três; o valor da parcela inicial, prevista para março deste ano; o reajuste a ser pago na mudança de patente dos policiais e bombeiros; e o valor da remuneração variável (metas, horas extras e gratificações).  
Formada por membros das associações de militares, deputados estaduais e integrantes do Governo e do Ministério Público do Estado (MPCE), uma comissão se reunirá já na próxima segunda-feira, 10, às 14 horas, na AL-CE, para discutir possíveis mudanças.