VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

quarta-feira, 22 de março de 2017

MAJOR DA PM É MORTO A TIROS AO REAGIR ASSALTO EM TERESINA

Mayron Moura Soares, comandante do 1º Batalhão da Polícia Militar (BPM), teria reagido.

O major Mayron Moura Soares, comandante do 1º Batalhão da Polícia Militar (BPM), foi baleado quando reagiu a um assalto em seu sítio no bairro Todos os Santos, na zona Sudeste de Teresina, na noite de terça-feira, dia 21.
Ele foi baleado e os dois assaltantes fugiram em uma motocicleta Yamaha Factor preta. Os bandidos estavam de calças jeans e o  ocupante no banco do carona estava com uma mochila preta.
O major Mayron  foi levado em estado grave para atendimento no Hospital de Urgência de Teresina (HUT), mas não resistiu aos ferimentos e morreu.
No HUT, o major Mayron teve uma parada cardíaca, os médicos tentaram reanimá-lo, mas não obtiveram êxito.
O secretário estadual de Segurança Pública, Fábio Abreu, está acompanhando as buscas dos assassinos do comandante do 1º BPM.
Mayron Moura Soares Júnior, filho do comandante, ainda não acredita no que aconteceu. "Infelizmente, meu pai hoje faleceu por causa de um tiro em seu peito, durante uma tentativa de assalto perto de casa. Infelizmente, meu pai não resistiu, não conseguiu resistir nada, não conseguiu resistir, morreu e eu agora estou desesperado", falou o filho , do comandante, Mayron Moura Soares Júnior, chorando. 

O Comando da Polícia Militar vai divulgar uma nota de pesar pela morte do comandante Mayron Moura Soares.
A Secretaria de Segurança, em nota, lamentou a morte do comandante que era respeitado e sempre atencioso com os profissionais da imprensa. Confira na íntegra!
A Secretaria de Estado da Segurança Pública do Piauí lamenta com profundo pesar o assassinato do major Mayron Moura Soares, ocorrido na noite desta quarta-feira (21) durante um assalto na região da Usina Santana, na zona sudeste de Teresina. O secretário Fábio Abreu presta condolências à família e solidariedade aos colegas de farda pela morte do atual comandante do 1• Batalhão da Polícia Militar em Teresina. Equipes de policiais militares e civis estão nas buscas pelos dois acusados desse crime, que não ficará impune. A perda de qualquer membro da Segurança Pública é irreparável e provoca as forcas policiais a se fortalecerem cada vez mais contra a criminalidade.

Fonte: Meio Norte

Nenhum comentário: