VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

sábado, 2 de julho de 2016

JUIZ NÃO VER CRIME E MANDA SOLTAR TODOS OS PRESOS NA PASSEATA DAS SUPOSTAS FACÇÕES CRIMINOSAS EM SOBRAL

A Justiça mandou soltar nesta sexta-feira (1º)  todos os  47 adultos – homens e mulheres – que haviam sido presos numa operação da Polícia Militar em Sobral, na Região Norte do Estado (a 224Km de Fortaleza) depois de realizarem uma passeata para comemorar a unificação do comando de várias gangues que traficam drogas, assaltam e matam na periferia daquela cidade. Antes, 40 adolescentes apreendidos na mesma operação também já  havia ganhado a liberdade por decisão judicial.
A ordem de soltura partiu do juiz de Direito  da Primeira vara Criminal da Comarca de Sobral. Ao analisar os autos da prisão em flagrante dos suspeitos, o magistrado considerou que as detenções foram “ilegais”. Em consequência, determinou a imediata expedição de alvarás de soltura para todos que estavam atrás das grades.
As prisões foram feitas pela PM  na última terça-feira depois da terceira passeata que os integrantes das gangues faziam nas ruas dos bairros periféricos da cidade.  Eles  estariam comemorando uma suposta “pacificação” das gangues por ordem de facções criminosas como Comando Vermelho e PCC.

EM CAMOCIM, HOMEM DE 54 ANOS MORRE AFOGADO NA PRAIA DO FORTIM

A vítima teria morrido afogada
Um homem de aproximadamente 54 anos identificado como José Ribamar Aguiar foi encontrado morto por populares na beira da praia do Fortim, ao lado do local onde estava acontecendo o Festival de Quadrilhas de Camocim.
Era por volta das 06h00 deste sábado, 02, quando policiais militares foram informados sobre o ocorrido. Uma equipe do Ronda do Quarteirão foi ao local e contatou a veracidade da denúncia. O homem estava na posição de bruços, só de cueca e com a calça baixada na altura dos pés. Segundo informações a vítima era conhecida como “Ribinha” e teria morrido afogado durante a maré cheia. Ele residia no bairro da Olinda, infelizmente era alcoólatra e tinha como hábito coletar material reciclável por toda a Av. Beira-Mar.
Os pm’s fizeram o isolamento da área e comunicaram a Perícia Forense (Pefoce). Já por volta das 11h45 o perito chegou ao local e após os procedimentos cabíveis conduziu o corpo ao IML de Sobral.

Foto antiga da vítima
Do blog: Apesar de seu vício pelo álcool, Ribinha era uma pessoa pacata, não criava problemas com ninguém, passava quase todo o dia coletando materiais recicláveis para ganhar seu “trocadinho”. Ele era filho de um policial militar, o Sgt Aguiar, há muitos anos aposentado. Também tinha um tio militar com o mesmo nome de seu pai, o Sgt Aguiar “dente de ouro”, também já aposentado. Que Deus conforte toda família enlutada.

Atenderam a ocorrência: Sgt F. Sousa e Sd Santos
Camocim Polícia 24h

AGENTE PENITENCIÁRIO DA CPPL 1 É MORTO A TIROS NO JARDIM AMÉRICA AO REAGIR EM ASSALTO

Menos de 48 horas após o assassinato de três policiais militares – além de um ferido e dois tomados como reféns – mais um servidor público do sistema de Segurança Pública e Penal do Ceará é morto. O caso ocorreu na madrugada deste sábado (2), quando um agente penitenciário foi morto em um provável assalto. O crime aconteceu na Capital.
Era por volta de 1h30, quando o agente penitenciário identificado como  André Nogueira Pires, 26 anos, foi atingido com um tiro no peito quando estava na direção de seu veículo, um modelo Classic prata. O crime ocorreu no bairro Jardim América, na zona Central da cidade.
As primeiras informações levantadas pela Polícia Militar dão conta de que ao parar seu carro no semáforo no cruzamento das ruas Jorge Dummar e Major Weyne, o agente teria sido atacado por um assaltante que estava em uma bicicleta. A cena foi narrada à Polícia por uma testemunha ocular, cuja identidade foi preservada por razões de segurança.
No momento em que foi surpreendido, o o agente, que tinha acabado de sair de uma lanchonete, reagiu. Sacou seu revólver de calibre 38 e trocou tiros com o bandido. Mesmo assim, acabou atingido por um tiro no peito.
Ferido, André Nogueira Pires teria ainda conseguido dirigir por cerca de um quarteirão, quando, então, parou o carro e ali mesmo morreu. A mão direita estava sobre a alavanca do freio de mão.  A arma do agente e seu telefone celular não foram encontrados, o que reforça a hipótese de assalto.