VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

CHACINA: SECRETÁRIO CHAMA BANDIDOS DE "LIDERANÇAS DA CRIMINALIDADE" E MANDA CONTROLADORIA APURAR DENÚNCIA DE QUE POLICIAIS TERIAM PARTICIPADO DA MATANÇA

Um dia depois da maior chacina ocorrida no Ceará, que deixou 11 mortos em três bairros da Grande Messejana, em Fortaleza, o secretário da Segurança Pública e Defesa Social, delegado federal Delci Teixeira, falou primeira vez à Imprensa no começo da tarde de hoje e  informou que ter  acionado a Controladoria Geral de Disciplina do  Estado (CGD) para apurar a denúncia de que “policiais fardados” teriam participado da matança.
Na entrevista ao vivo concedida  à TV Verdes Mares, Delci Teixeira confirmou que a Polícia tem três linhas de investigação para esclarecer os crimes. Duas delas, segundo ele, seriam uma suposta vingança pela prisão e morte de “lideranças da criminalidade” em Fortaleza, e a terceira, o assassinato de um policial militar.
Sobre a terceira hipótese, o secretário afirmou que “para nós fica o questionamento:  por que  seria uma retaliação? Na realidade, a morte do policial não foi em razão de ele ser policial ou  de estar em serviço naquele momento.  Foi uma tragédia que ocorreu no momento em que sua esposa estava sendo assaltada e ele, em sua hora de folga, teria reagido e sido morto. Talvez, as pessoas que o executaram nem soubessem que ele era policial. Então, se esta linha (de investigação) vingar, vai nos surpreender, porque seria uma ação criminosa  e seria totalmente descabida e desmedida. Uma reação tão forte não seria justificada, porque nós temos esse tipo de tragédia todos os dias, as pessoas sendo assassinadas”.  

CAMOCIM-CE: DESCONTROLADO, INDIVÍDUO É PRESO APÓS AMEAÇAR SEUS PAIS.

Um homem de 27 anos identificado como Francisco da Silva Sousa foi preso em flagrante por policiais da Força Tática sob a acusação de ter ameaçado seus próprios pais.
Por volta das 21h00 de quinta-feira, 12, o indivíduo teria chegado visivelmente alterado em sua residência e foi logo procurando confusão com todos. Armado com uma faca, o indivíduo passou ameaçar sua mãe e foi nesse momento que os policiais foram acionados para o endereço da confusão, na Rua 24 de Maio, na Vila Santa Rita, bairro Praia.
Os militares logo chegaram ao local e ao chegarem encontraram a mãe do indivíduo, a Sra. Ivanilda Alves, de 55 anos. As ameaças foram confirmadas e diante dos fatos o agressor recebeu voz de prisão e foi conduzido para a DPC onde foi processado no artigo 147 do CPB (ameaça), combinado com a Lei Maria da Penha, sendo de imediato recolhido à cadeia pública local.

Camocim Polícia 24h
Efetuaram a prisão: Sds Oliveira, Fonteles e Rafael.

CAMOCINENSE MORRE VÍTIMA DE ACIDENTE DE TRÂNSITO NA ZONA RURAL DE GRANJA.

Vítima
O camocinense Francisco Antonio Brarcelos do Nascimento, de 18 anos, que residia na localidade de Alegre/Granja, morreu vítima de uma violenta colisão entre uma moto e um veículo Hilux ocorrida entre os distritos de Sambaíba e Timonha, na zona rural do município de Granja.
Era por volta das 20h30 de quinta-feira, 12, quando policiais militares do destacamento de Granja foram informados sobre um acidente com vítima fatal ocorrido no local citado. A vítima trafegava em uma moto Honda Bros de cor preta e levava outra pessoa na garupa, quando passavam por um trecho entre os distritos de Sambaíba e Tomonha, teria colidido com uma Hilux de cor preta cujo condutor não foi identificado. 
O condutor da moto Francisco Antonio sofreu lesões na cabeça e foi socorrido por populares ao hospital de Granja onde veio a falecer minutos depois. O garupeiro da moto sofreu fratura na perna esquerda e também foi socorrido  ao hospital local onde recebeu os primeiros atendimentos e foi transferido para a Santa Casa de Sobral.
Segundo informes repassados pela polícia, o condutor da Hilux teria se evadido do local sem prestar socorro a nenhuma das vítimas.

EM CAMOCIM, INCÊNDIO CONSOME PARTE CASA. VEJA VÍDEO E FOTOS.


Por volta das 15h00 de quinta-feira, 12, várias ligações foram realizadas para a Polícia Militar (190) informando sobre um incêndio que estaria acontecendo em uma residência localizada na Rua Humaitá, 1619, Centro, próximo ao cruzamento como a Rua José de Alencar.
Imediatamente uma equipe do Ronda se deslocou para o endereço e chegando constataram a denúncia. A PM acionou a Guarda Municipal que chegou com vários componentes e ainda com o reforço do carro pipa e junto com muitos populares começaram a luta para debelar o incêndio.
A primeira providência a ser tomada foi retirar de dentro da casa a idosa Maria do Carmo Teles, de 80 anos, mãe do amigo “Swat” e proprietária da casa. Segundo o Sgt Neto repassou para o Camocim Polícia 24h, a idosa relutava em sair da casa, pois tentava salvar sua pequena TV de 14 polegadas e alguns outros utensílios.
Após resgatarem a idosa de dentro da casa, o incêndio começou a ser debelado. Usando o jato d’água do carro pipa, o incêndio foi pouco a pouco sendo controlado e já por volta das 16h00 o último foco foi totalmente apagado. Após foi feito um rescaldo em toda a casa para garantir que o fogo não se iniciasse.

VIOLÊNCIA!!! 13 POLICIAIS JÁ FORAM ASSASSINADOS NESTE ANO NO ESTADO DO CEARÁ.

Uma tentativa de assalto vitimou o soldado Valtemberg Charles Serpa, do Ronda do Quarteirão, na noite da última quarta-feira (11), no bairro Lagoa Redonda. Conforme informações da Polícia Militar, a vida do soldado foi tirada enquanto ele tentava socorrer a esposa. O casal teria sido abordado por três assaltantes, e na tentativa de evitar o assalto, um dos suspeitos atirou no militar.
A morte de Serpa representou o 13º policial assassinado em 2015. O soldado também está incluso no número de policiais mortos, mesmo enquanto estavam de folga. Ao todo, cinco foram vitimados neste ano enquanto aproveitam seus momentos de repouso. As testemunhas ressaltam que antes da ação criminosa, Serpa jogava futebol e a esposa o assistia.
De acordo com a Associação de Cabos e Soldados Militares do Ceará, o número total já supera a soma de 2014, quando 12 policiais foram mortos. As informações divulgadas pelo Governo do Estado ressaltam que das 13 vítimas em 2015, quatro estavam entrando ou saindo do serviço e outros quatro já se encontravam na reserva remunerada ou reformados. Nenhum deles foi morto em confronto e nenhum estava fardado.