terça-feira, 16 de julho de 2013

DISCUSSÃO ENTRE MULHERES TERMINA EM HOMICÍDIO NA CIDADE DE QUIXADÁ

A assassina trata-se de uma mulher fria e calculista. As duas irmãs estão presas na Delegacia Regional de Polícia Civil. 
A cidade de Quixadá, no Sertão Central cearense, estava sem registro de homicídio há mais de vinte dias, mas na manhã desse domingo, 14, esses dados foram interrompidos quando uma mulher foi tirar satisfação com uma amiga, em virtude de uma ‘surra’ que a mesma havia dado na irmã. Sob a posse de uma faca, a autora desferiu vários golpes em sua litigante.

O crime aconteceu por volta das 6 horas desse domingo, 14, no bairro Campo Velho, na Rua Roque Pires (na popular área conhecida por Mutirão). A estudante Fabiana Graciano da Silva, 27 anos, mediante o emprego de uma peixeira, foi pedir explicação à desempregada Maria Aurenir da Silva Oliveira Rosa, 35 anos, por que a vítima teria batido em sua irmã, identificada por Fabíola Graciano da Silva, quando em um desentendimento a estudante desferiu vários golpes de faca em Rosa.
Conforme as informações de uma atendente do Hospital Dr. Eudásio Barroso, Rosa ainda chegou com vida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu, minutos depois de receber atendimento médico.
O inspetor Rodrigo, lotado na Delegacia Regional de Polícia Civil de Quixadá, explicou o crime em detalhes, “ontem a irmã da autora do crime brigou com a vítima (Rosa), mesmo armada, a irmã (Fabíola) apanhou. Quando foi hoje pela manhã, Fabiana foi pedir explicação”. O inspetor acredita que a assassina já teria premeditado o crime. “Ela disse que, quando derrubou a vítima, correu e, em seguida, voltou pra saber se ela tinha morrido”.

A assassina trata-se de uma mulher fria e calculista. As duas irmãs estão presas sob as acusações de porte de arma e por homicídio.
Fonte: Revista Central

Nenhum comentário: