ANUNCIE CONOSCO E GARANTA JÁ O SUCESSO DO SEU NEGÓCIO

ANUNCIE CONOSCO E GARANTA JÁ O SUCESSO DO SEU NEGÓCIO

sábado, 9 de março de 2013

ASSALTO, TIROS E MORTES EM ATAQUE A CARRO FORTE.

Bandidos invadiram o local para roubar um malote que era levado por vigilantes. Houve tiroteio e dois óbitos.

Terminou em tiroteio e duas mortes uma tentativa de roubo de um malote que estava sendo recolhido por seguranças particulares em um carro-forte nas dependências do Mercado São Sebastião, no bairro Farias Brito, no fim da tarde de ontem. Uma quadrilha, fortemente armada, surpreendeu a equipe de vigilantes da empresa Corpvs que estava saído do local com o malote recebido em uma agência lotérica instalada no mercado.


Sem sequer anunciar o assalto, os bandidos atacaram os vigilantes já atirando. Um dos seguranças foi atingido por vários disparos de pistola e tombou morto ali mesmo. Seus colegas reagiram. A troca de tiros envolveu também dois PMs que fazem a segurança do mercado público. Diante da reação, a quadrilha se dispersou e alguns de seus componentes saíram correndo em direção às ruas próximas, enquanto outros embarcaram em dois automóveis.





Bala



Um dos assaltantes acabou também sendo morto ao trocar tiros com policiais do Batalhão de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio), na Rua Clarindo de Queiroz, a cerca de 300 metros do mercado. Com ele, a Polícia encontrou uma pistola Glock, de fabricação austríaca, de calibre 9 milímetros. Até o fim da noite passada, o suspeito não havia sido identificado, pois não portava nenhum documento nem foi reconhecido por policiais os familiares. Já o vigilante que tombou ainda dentro do mercado foi identificado como Carlos Henrique Nascimento Rodrigues. Outros dois seguranças foram baleados e levados para o IJF-Centro.





Segundo informações da Polícia Militar, os dois profissionais, identificados como Fausto Sebastião Cordeiro Neto e Jorge Luiz Albuquerque Melo não correm risco de morte.

O comandante-geral da PM, coronel Werisleik Ponte Matias; e o comandante do 5º BPM, tenente-coronel Francisco Souto, coordenaram a operação de caça aos bandidos juntamente com o major Jean Falcão, da 5ª Companhia do 5º BPM (Centro). Cerca de meia hora depois, outros três integrantes da quadrilha foram capturados e encaminhados para a Delegacia de Roubos e Furtos (DRF). Os três foram identificados como Lucas Martins Soares, Renato César Rodrigues Nunes e Rafael Costa Souza. 




O sargento Maia e o cabo Melo estavam de serviço no mercado quando ouviram os primeiros estampidos. Em seguida, viram os criminosos atacando os vigilantes e iniciaram o tiroteio com eles. Já no meio da Rua, a equipe Raio14, composta pelos soldados Igor, Bulcão, Érico e Souza Filho, juntamente com uma patrulha de motoqueiros do CPC, formada pelo cabo Holanda, e soldados Maciel e Glaudiberto, conseguiu cercar o bando, recuperar o malote e apreender mais duas pistolas, um revólver 38 e a submetralhadora.



Esta foto: Gabriel Alves para o jornal O POVO
Bandido morto. foto facebook

Fonte: DN

4 comentários:

voz sem medo disse...

A profissão dos vigilantes deve ser mais valorizada pelas autoridades,enquanto os bandidos anda com uma escopeta caibre 12 os vigilantes anda com um revolver calibre 38.

Anônimo disse...

realmente os vigilantes estão com o salario defasado,armas incompatíveis com a realidade da criminalidade e praticamente "sem amparo da lei".

Anônimo disse...

Q bela foto, ótima, legal, era prá terem lascado todos, nem q os gravatas hoje tivessem de luto, ah se nessa porcaria tivessem um apoio maciço contra esses bandidos q infelizmente tem é apoio e muito.

Anônimo disse...

era pra esses vagabundos ser todos fuzilados. tirar a vida de um pai de familha. isso e revoltante e pra pegar esses vagabundos e covardes ser todos metralhados.e o trabalho de todos os vigilantes e pra ser mas fortimente armado porq os vagabundos andam por air.